domingo, 24 de maio de 2009

James Brown eterno


Hoje vou falar de coisa boa. Talvez você se pergunte: "poxa, o James Brown morreu e o cara vai falar de coisa boa?" Sim, véi, vou falar de coisa boa. Boa porque o legado de James Brown é uma das coisas mais incríveis que já vi. Sua música influenciou gerações inteiras de músicos e fãs de música negra, desde os anos 50. É impossível não reconhecer a importância do "Godfather of Soul" para a música popular mundial.
A intenção aqui não é fazer uma análise biográfica da carreira de Brown. Há muitos sítios e livros muito bons a esse respeito. Vou falar um pouquinho sobre minha experiência com os sons desse cara que, sem sombra de dúvida, criou a soul music, o funk e, é claro, o rap.

Nenhum comentário: